• Rafael Mariano

Quando abrimos a porta que leva ao poder armazenado dentro de nós, encontraremos um potencial

Muitas pessoas talentosas, com habilidades extraordinárias, sentem-se dependentes de outras pessoas ou circunstâncias a vida inteira.


Quando isso acontece, em vez de autoconfiança, entusiasmo e ação, reinam o desânimo, a frustração e a impotência, muitas vezes culminando no trágicp estado de depressão que quase sempre segue essas emoções.


Essas pessoas reagem, durante toda a vida, conforme seu condicionamento. Vivem em razão de suas condições e matam sua capacidade de mudar.


Observe alguns casos comuns de dependência:

Toda vez que alguém diz: Essa pessoa me tira do sério! Na verdade, isso significa que seu estado emocional está nas mãos dessa outra pessoa; e que ele não possui controle sobre as próprias emoções, e que outra pessoa, por meio de sua atitudes, o controla.


Quando alguém diz que não possui tempo para fazer o que mais gosta, na verdade, está afirmando que não tem controle sobre o próprio tempo e que são as circunstâncias que decidem o que ele fará ou não.


É preciso esclarece, pelo menos para si, se você é escravo de escolhas erradas ou se está consciente nessa situação apenas por um tempo, pois sabe que precisa mudar. sendo assim, comece a mudar agora.


Quando alguém subjuga o próprio talento para exercer uma ativadade que não proposrciona realização, mas que oferece certa segurança, está abrindo mão da liberdade e, por consequência, da felicidade.



Quando alguém diz que não sabe qual é seu talento e não se empenha em encontrá-lo, está se deixando controlar pela preguiça e pela ignirância.


Todas essas sistuações afirmam a dependência e a falta de controle sobre a vida. E são elas as principais causas da frustação, da insatisfação, do estress e da falta de sentido em relação ao próprio trabalho.


Todos nós precisamos de outras pessoas para realizar nosso propósito, mas, como vimos na lição anterior, essa relação precisa ser de interdependência, e não de dependência.


Somente as pessoas independentes, donas de si, podem agir de forma interdependente.


Você sabe que precia do poder pessoal dos outros indivíduoas para realizar o seu propósito, mas sabe também que eles precisam do seu poder pessoal para realizar o deles.


Precisar, contudo, não significa depender. As fontes do poder humano são inesgotáveis. Quando lhe for negado numa fonte, procure noutra.


Gostou do texto? Então compartilhe o blog. www.rafaelmariano.com.br/blog


Grande abraço,


Rafael Mariano



Posts recentes

Ver tudo

Desde que nasceu, em 1960, Freddie Roach foi preparado para ser campeão de boxe. O pai havia sido lutador pro􏰀ssional e a mãe, árbitra de boxe. O irmão mais velho de Freddie começou a aprender o

Em 1760, aos 4 anos, Wolfgang Amadeus Mozart começou a aprender piano com o pai. Foi a criança que pediu para iniciar o aprendizado tão cedo. A irmã, com 7 anos, já tocava piano. Talvez tenha sid