• Rafael Mariano

Não há nada mais trágico

Para cada 10 pessoas fisicamente preguiçosas, existem 10 mil menstalmente estagnadas.


Autoconfiança não é o mesmo que um mero pensamento positivo ou uma atitudde positiva em relação à vida.


Usar roupa branca, comer lentilhas e fazer um pedido na virada do ano, acreditando que isso lhe trará fortuna nos meses seguintes, até pode ter seu valor, mas isso não implica autoconfiança.


Da mesma forma, sorrir o tempo todo e esperar sempre o melhor da vida não tem nada ou muito pouco a ver com confiar em si mesmo.


A autoconfiança é um sentimento mais profundo, que brota da paercepção e da compreensão e interpretação do que vemos.


Por exemplo: se você possui a convicção de que não tem controle sobre os resultados que obtém, sua percepção, compressensão e interpretação serão de vitimização e de dependência.


Quando acreditar que a culpa não é sua, acabará não assumindo responsabilidade e não dando a resposta adequada.


Nesse caso, você pode até agir de maneira positiva, pode sorrir e dizer que a vida é assim mesmo. Seu pensamento e sua atitude estarão sendo positivos, mas será que você poderá dizer que está sendo autoconfiante? Certamente não.


Então, o que é autoconfiança? É ter uma convicção segura de que podemos agir sobre as circunstâncias e, muitas vezes, torná-las nossa aliadas. É ter a convicção profunda de que a escolha final é sempre nossa e de que podemos fazê-la de maneira que sempre nos beneficie.




Posts recentes

Ver tudo

Desde que nasceu, em 1960, Freddie Roach foi preparado para ser campeão de boxe. O pai havia sido lutador pro􏰀ssional e a mãe, árbitra de boxe. O irmão mais velho de Freddie começou a aprender o

Em 1760, aos 4 anos, Wolfgang Amadeus Mozart começou a aprender piano com o pai. Foi a criança que pediu para iniciar o aprendizado tão cedo. A irmã, com 7 anos, já tocava piano. Talvez tenha sid