• Rafael Mariano

Como se tornar mais inteligente?

Atualizado: 5 de jan. de 2021

Antes mesmo de discutirmos sobre se é possível isso, ser mais inteligente, precisamos responder uma pergunta.

O que é inteligência?

Inteligência é uma qualidade de nosso cérebro um pouco dificil de definir. Numa primeira tentativa, poderíamos compreende-la como a habilidade de descobrir coisas, mesmo coisas ocultas. Por exemplo: Se alguém lhe fornece a sequência: 1, 3, 5, 7, 9, … e pergunta qual o próximo número, com certeza você responderia 11.

Mas se alguém perguntar” Por que 11”?, você poderia das varas respostas.

  1. A sequência é de números ímpares

  2. Os números pulam de 2 em 2

  3. O n-ésimo da sequência é dado pela expressão: 2n -1 e assim por diante.


Note que a explicação do “porquê" depende de conhecimento, enquanto o fato de responder 11 depende da inteligência.

Pode até acontecer que uma pessoa muito inteligente, mas de baixo nível de conhecimento, responda corretamente a uma série de perguntas do tipo exemplificado e que, apesar disso, não saiba dizer o porquê de suas respostas.

É claro que as situações a respeito das quais você deve ser capaz de descobrir não são, necessariamente, sequências numéricas.

Talvez você acabe descobrindo que, por exemplo, não conversar durante as aulas e prestar atenção no que professor está explicando, por íncrível que pareça, faz com que você entenda melhor o assunto (incrível, não é?); ou talvez, depois de levar vários “foras", você acabe descobrindo qual a melhor coisa para arrumar um(a) namorado(a).

Essa habilidade é o que costumamos chamar de inteligência virtude que, como estamos vendo, pode ter vários aspectos.

Na realidade, hoje em dia, fala-se muito em “inteligências múltiplas”. Chega-se, até, a enumerar sete delas. (E há fortes suspeitas de que existam mais!)

“Inteligência”, por si, é uma só, desenvolvida, harmoniosamente, em todas as suas facetas, sejam elas quais e quantas forem.

O mais correto seria falar em “módulos cognitivos” e não em “inteligências.

Se você está curioso em saber quais são, vamos enumerá-las e descrevê-las.

  1. Linguística

  2. Lógico-matemática

  3. Musical

  4. Espacial

  5. Psiconética

  6. Interpessoal

  7. Intrapessoal

Lembre-se você deve desenvolver todas as facetas de sua inteligência, sem deixar nada de lado. Por isso o tema módulo Intrapessoal, ou seja, a habilidade da autoanálise, talvez seja o mais importante, pois é o que desencadeia a melhoria dos outros.

Afinal, ao se autoanalisar você pode tomar consciência de sua falhas, de onde se localiza sua deficiência. E, consequentemente, poderá planejar as medidas necessárias para diminuí-la.

Agora pense comigo, se tornar mais inteligente é ser menos burro (Ignorante é o que não sabe… burro é o que não quer saber!). E de certo, uma coisa que você precisa entender muito bem. Tudo isso só funciona por VOCÊ e com VOCÊ. SÓ DEPENDE DE VOCÊ! E de mais ninguém.

Posts recentes

Ver tudo

Desde que nasceu, em 1960, Freddie Roach foi preparado para ser campeão de boxe. O pai havia sido lutador pro􏰀ssional e a mãe, árbitra de boxe. O irmão mais velho de Freddie começou a aprender o

Em 1760, aos 4 anos, Wolfgang Amadeus Mozart começou a aprender piano com o pai. Foi a criança que pediu para iniciar o aprendizado tão cedo. A irmã, com 7 anos, já tocava piano. Talvez tenha sid